Nutracêuticos

Hipócrates (460-370 AC)  já afirmava: “Deixe o alimento ser o seu remédio e o remédio seu alimento”. 

Tem havido muito questionamento, estudos e pesquisas sobre os nutracêuticos e consequentemente, em sua definição.

O ILSI (International Life Science Institute) definiu em 1995: “Alimentos Funcionais são aqueles que melhoram ou afetam a função corporal, além do seu valor nutricional normal”.

 A bibliografia internacional informa que, em 1996, a Foundation for Innovation in Medicine (FIM), ofereceu a seguinte definição para "nutracêuticos" (De Felice, 1996):

"Entende-se, por Nutracêutico, um alimento ou parte de alimentos que oferecem benefícios medicinais, incluindo a prevenção e/ou tratamento de doenças. Tais produtos abrangem, de nutrientes isolados, suplementos nutricionais e produtos dietéticos, até alimentos engenheirados ou "desenhados" através da genética, passando por fitoquímicos e ainda por alimentos tais como bebidas, sopas e cereais.".

No Brasil, a ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) propõe uma definição de alimentos funcionais e novos alimentos : “Alimentos semelhantes em aparência ao alimento convencional, consumido como parte da dieta usual, capaz de produzir efeitos metabólicos ou fisiológicos demonstráveis, úteis na manutenção de uma boa saúde física e mental, podendo auxiliar na redução do risco de doenças crônicas não transmissíveis, além de suas funções nutricionais básicas”. 

Além dos itens prontos para revenda, trabalhamos com uma vasta linha de nutracêuticos tais como: metais quelados, vitaminas, aminoácidos, pre e pós bióticos, fitoterápicos, etc... da mais alta qualidade, para a manipulação de suas fórmulas. Consulte-nos.